Bem vindo ao site da SPEA - sociedade portuguesa para o estudo de aves

Opções do site

Subscrever Newsletter

Outras opções do site

Pesquisar no site

Data actual

Principais opções do site

D
S
T
Q
Q
S
S
 
 
 
1
2
3
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
27
28
29
30
31
 
A Nossa Missão
A SPEA é uma ONG de ambiente sem fins lucrativos, que tem por missão trabalhar para o estudo e a conservação das aves e seus habitats, promovendo um desenvolvimento que garanta a viabilidade do património natural para usufruto das gerações futuras.
Home  > 
imprimir
Notícias


Secretária Regional da Energia, Ambiente e Turismo visitou trabalhos de conservação


A Secretária Regional da Energia, Ambiente e Turismo, Dra. Marta Guerreiro, aceitou o convite que a SPEA lhe endereçou e esteve na passada sexta-feira, 26 de janeiro, nas Terras do Priolo (concelhos de Nordeste e Povoação na ilha de São Miguel) onde visitou os trabalhos de conservação da natureza que esta associação desenvolve no âmbito do projeto LIFE + Terras do Priolo. Esta visita, guiada pela equipa da SPEA, incluindo o diretor executivo Dr. Domingos Leitão, contou ainda com a presença da Diretora Regional dos Recursos Florestais, Anabela Isidoro, bem como autarcas das câmaras municipais do Nordeste e Povoação.

A visita iniciou-se no Planalto dos Graminhais, onde foi salientada a importância das turfeiras na regulação do ciclo hidrológico das ilhas e foram apresentadas as medidas implementadas pela SPEA na recuperação de 158ha de turfeira, começadas em 2009, e que envolveram igualmente a requalificação do acesso pedestre ao Pico da Vara.

Posteriormente, a comitiva foi conduzida à Mata dos Bispos onde a equipa operacional da SPEA se encontrava a realizar trabalhos de manutenção. Esta área integra a bacia hidrográfica da ribeira da Lomba Grande, um curso de água que acarreta um elevado risco de cheias para a vila da Povoação. Para além da observação in situ das várias técnicas de controlo de espécies exóticas invasoras (tais como o controlo químico em suspensão por cordas em áreas de elevado declive), foram apreciadas técnicas de engenharia biofísica e hidrossementeira utilizadas na recuperação de derrocadas.

O percurso seguiu pela estrada da Serra da Tronqueira, com uma primeira paragem no miradouro, onde foram observados os resultados das primeiras intervenções da SPEA nesta que é a principal área de ocorrência do priolo. O caixote de lixo anti-roedores ali introduzido no âmbito do atual projeto LIFE+ Terras do Priolo serviu para referir a forte ameaça à sobrevivência do priolo que é a predação de ninhos por roedores. E foi ali perto que o olhar experiente e atento dos técnicos da SPEA detetou dois priolos, tendo o grupo disfrutando do momento, sendo possível observar e fotografiar uma das aves únicas dos Açores, o priolo.

A última paragem desta visita foi numa zona de floresta Laurissilva que foi replantada após o corte de 10ha de uma mata de criptoméria, em 2006. Esta área de intervenção é contígua com outra, na margem oposta da ribeira do Guilherme, onde decorre atualmente o restauro ecológico de 24ha de habitat invadido, em grande parte por povoamentos puros de incenso, e onde foram já plantadas mais de 50.000 plantas nativas, tais como o louro, a faia-da-terra e a urze.

Ao concluir a visita, a titular da pasta do Ambiente congratulou o enorme apoio que a SPEA tem prestado ao Governo Regional, garantindo os esforços necessários à conservação da natureza nos Açores. Salientou ainda que os projetos liderados pela SPEA têm permitido recuperar não só a população de priolo, que continua a ser uma espécie ameaçada de extinção, mas também restaurar habitats degradados, definir novas áreas protegidas, promover o conhecimento público sobre o património natural e ainda trazer riqueza económica para regiões desfavorecidas.





voltar


Política de privacidade, adicione aos favoritos, sugira este site © 2010 spea - Todos os direitos reservados.
Seara.com